Destaque

Porto

Assembleia Municipal do Porto aprovou esta segunda-feira a moção do Bloco de Esquerda que defendia a criação das Regiões Administrativas previstas na Constituição.

Notícias

Decorreram neste sábado, 6 de abril, as eleições da Comissão Coordenadora Concelhia do Porto para o mandato 2019/2021. 

Lista A - Por um Bloco com mais força no Porto obteve 78% dos votos, correspondendo a 12 mandatos. A Lista B - O Direito à Cidade Conquista-se à Esquerda obteve 18% dos votos, correspondendo a 3 mandatos. Registaram-se ainda 4% de votos em branco.

Bloco de Esquerda

A Comissão Coordenadora Concelhia do Porto, reunida no último dia 19 de fevereiro, aprovou a convocatória de eleições para o órgão, a realizar-se no próximo dia 6 de abril, entre as 11 e as 18h, na sede distrital do Porto (Rua Alvares Cabral, 77, r/c).

Susana Constante Pereira, deputada municipal do Bloco de Esquerda
Notícias

O Bloco de Esquerda (BE) defendeu hoje investimento público para o projeto do Quartel de Monte Pedral, no Porto, que prevê a construção de 400 casas de rendas acessíveis e uma residência universitária.

Domenico Lucano
Notícias

A Assembleia Municipal do Porto aprovou esta segunda-feira uma moção de solidariedade com Domenico Lucano, autarca corajoso  de  Riace (pequena cidade da Calábria, na Itália)  conhecido pelas boas práticas de acolhimento de refugiados. Lucano esteve uma semana em prisão domiciliária por “ajudar migrantes” oriundos de 25 países. A moção apresentada pelo Bloco de Esquerda foi aprovada com votos a favor do PS, CDU, PAN, Bloco e 13 deputados municipais do Grupo Rui Moreira. Os eleitos do PSD abstiveram-se e 7 deputados municipais do Grupo Rui Moreira votaram contra. 

Vídeos

Discurso do Grupo Municipal do BE evocando os 45 anos do 25 de Abril de 1974

25.04.2019

Opinião

É conhecida a frase dita por Mota Amaral, então presidente da Assembleia da República, durante um debater parlamentar. Mota Amaral ao comentar o artigo 69 da lei da Segurança Social referiu que se tratava de “um curioso número”. Corria o ano de 2002.

Bem podem Neto de Moura, e outros como ele, a cada 8 de Março, de cada ano, oferecerem flores às mulheres. Estas flores não são mais do que o biombo que esconde atrás de si uma realidade de dominação, de poder, discriminação e violência que há quem queira perpetuar.